• Notícias
bot amor que voce doa
Colabore

Compartilhe

Setembro Dourado: campanha alerta para o diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil

Quinta, 08 Setembro 2016

Setembro Dourado: campanha alerta para o diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil

O câncer continua sendo a enfermidade que mais mata crianças e adolescentes de 1 a 19 anos de idade no Brasil, em função do diagnóstico tardio e da falta ou dificuldade de acesso ao tratamento imediato. Para reverter estatísticas como esta, acontece, neste mês, o Setembro Dourado. A campanha é uma iniciativa da Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer (CONIACC) e tem por objetivo alertar sobre os sinais e sintomas do câncer infantojuvenil e a importância do seu diagnóstico precoce, que propicia 70% de chances de cura.

O GACC-BA recebe cerca de 50% casos de câncer infantojuvenil diagnosticados no estado. Os tipos mais comuns entre crianças e adolescentes são leucemias, linfomas, tumor cerebral e neuroblastoma. 

Pais e profissionais da área de assistência devem estar atentos aos sintomas, muito similares aos de outras doenças comuns na infância. Palidez, perda de peso, hematomas, febre, tosse persistente, dor de cabeça e vômito também podem ser sinais de câncer infantojuvenil.

APOIO – Após as férias, Nadson da Silva, 6 anos, começou a sentir muitas dores na barriga. Sua mãe acreditando ser um simples desconforto, começou a tratar com chás medicinais. Como as dores não cessaram, os dois procuraram um posto de saúde, que o transferiu imediatamente para um Hospital na capital.

Depois de muitos exames, Tatiana descobriu que seu único filho tinha sido diagnosticado com um Linfoma Não-hodgkin. Depois das primeiras quiomioterapias, ele reagiu muito bem.

Nadson é uma das 240 crianças e adolescentes assistidas pelo GACC-BA. Na instituição é oferecida, gratuitamente ao paciente e sua família, alimentação, hospedagem, assistência social, psicológica, odontológica, terapêutica ocupacional, fisioterapêutica, nutricional durante o tratamento.

O tratamento de Nadson está em curso, faltado algumas sessões de quimioterapia. Encaminhados para o GACC-BA, a recém chegada Tatiana Silva se diz abençoada. “Eu não tenho condições financeiras para apoiar o tratamento do meu filho. Conhecer o GACC-BA foi um presente. Fomos acolhidos com muito amor”.

A instituição, fundada há 28 anos, conta com o apoio de voluntários e doadores parceiros para manter a qualidade dos serviços oferecidos gratuitamente. Para apoiar as obras assistências, basta acessar nosso site e conhecer as opções de doação: http://gaccbahia.org.br/faca-sua-doacao, ou ligar para 71 3399-2020.

Colabore com o GACC-BA. Ligue 71 3399-2020

Doações Financeiras

Banco Bradesco
Banco do Brasil
Caixa Econômica Federal
Banco Itaú
loja online
seja um parceiro
bot paypal
bot dotz

Receba o nosso Newsletter